​A segunda rodada do HEBS chega ao estado de São Paulo no começo de maio trazendo para os fãs de Hard Enduro a terceira edição o Hard in Help​! Este ano a prova​ terá um novo formato, que podemos dizer inédito na modalidade ​de ​Hard​ ​Enduro nacional. Seguindo os moldes das renomadas provas Redbull​ ​Romaniacs e Redbull MinasRiders os organizadores resolveram aumentar a​ ​dose de aventura!

Inscrições Hard In Help

english version


​​Em 2019 o Hard in Help traz mais uma vez uma prova de ​dois dias de corrida em linha, com largada no ​primeiro dia​ (​s​ábado – 04/05/19) na cidade de Socorro-SP e chegada na vizinha Monte Alegre do Sul-SP, berço tradicional do off​ ​road regional e com enorme potencial para o Hard Enduro ! No ​segundo dia, (​domingo – 05/05/2109) após pernoite em Monte Alegre do Sul os pilotos largam cedo para retorno a cidade de Socorro, onde serão recepcionados pelas equipes de apoio, familiares e público em um fantástico epílogo.

Do mesmo modo que a aventura aumenta, a logística também…

Serão aproximadamente 120 km de trilhas de todos os tipos com Servicepoint e Tankpoint em ambos os dias . As largadas dos dois dias  serão no estilo Le Mans o que vai fazer a adrenalina subir logo cedo, tanto no já conhecido Cascalheiro em Socorro quanto na pista de HardEnduro do PMT (Povia Moto Trilha) em Monte Alegre do Sul. Hard in Help terá 04 categorias : GOLD / SILVER / BRONZE / DUPLAS

Gold e Silver recebem trajeto mais exigente e para categoria Bronze um trajeto com trilhas mais soltas, porém não sem os desafios do Hard Enduro. Para aqueles que desejam conhecer a modalidade e ao mesmo tempo compartilhar a aventura com um amigo, a categoria Duplas seguirá o mesmo trajeto da linha da Bronze e será uma ótima opção.

Os organizadores prometem dois dias de muitas trilhas e muito suor nas montanhas da região!

“A expectativa para o Hard in Help é que os pilotos vão fazer muita trilha esse ano.  A previsão que temos é de 65 km no primeiro dia e aproximadamente 50 km no segundo dia.  Estamos muito otimistas, acreditamos que os pilotos vão curtir muito o que estamos preparando. O Rigor é o favorito para ganhar na elite pois ele está treinando nesse tipo de prova mais parecida com o Romaniacs. Quem tem bastante resistência física pode se dar bem também. Não pode desgastar tudo no primeiro dia…”

Benê Coser, piloto Gold e Track Manager do Hard in Help. Atualmente o número 6 no ranking The X Rider.

Para alguns dos principais pilotos, o Hard In Help deste ano favorecerá os apaixonados por trilhas em linha:

“A prova de Socorro foi a mais surpreendente ano passado. Uma prova muito técnica, bem pesada. Esse ano não espero nada diferente. Vão ser dois dias: Será um dia indo, outro dia voltando. Não sei se nas mesmas trilhas. Não sei se nas mesmas trilhas…Zuccon e Benê são especialistas no conceito do Hard Enduro. A etapa vai pedir mais resistência para os pilotos Gold. Foi uma grande evolução de dois anos pra cá, algo que está acompanhando a modalidade. Só observar o Rigor, que hoje já está com nível internacional. Na minha opinião Rigor participará com mérito no Romaniacs….”
Tobata, piloto Gold, terceiro colocado no campeonato e atualmente o número 3 do ranking The X Rider.

“Minha expectativa é a melhor possível, ainda mais que a etapa será em linha e longa. Este ano quero dar pressão no Rigor. Ele está um pouco largado na frente, mas vamos pegar ele. A etapa de Socorro tem nível técnico muito alto. Tem tudo pra ser uma das melhores do ano. Estamos indo em busca de sofrimento, se Deus quiser, será um sofrimento bom!”
Ripi Galileu, piloto Gold, vice campeão brasileiro em 2018 e atualmente o número 5 do ranking The X Rider.

“Estamos na expectativa para a prova próxima do HEBS em Socorro. Se for como a de Barão de Cocais, ou melhor, a Bronze está ao dente. Mas não é pra qualquer um…tem que ir pra ver como é que é. A expectativa é granade. No Barãomaniacs conseguimos completar, mas demoramos um pouquinho. Vamos ver se em Socorro terminamos entre os 10. Espero todo mundo lá para um grande festá em Socorro. Será uma grande festa, mas para quem gosta de andar de moto. Serão dois dias de trilha. Não vai ter prólogo. Expectativa animada! Vamo lá!”
Poy, piloto Bronze e atualmente na posição 47 do ranking The X Rider.

“A expectativa é a melhor possível. Expectativa de terminar a prova após um retorno de contusão. Após quase 6 meses afastado das provas, espero voltar em grande estilo. Aproveito para agradecer o dr. Zuccon responsável pelos primeiros socorros no acidente que me tirou das provas durante esses últimos meses. Um dos responsáveis pelo meu retorno. No mais agradecer o pessoal da revista. E pela organização da prova que está entre as melhores do Brasil.”
Marcelo Bom Bom, piloto Bronze e atualmente na 25 posição do ranking The X Rider.

“No ano passado tivemos uma prova bem diversificada, teve pedreira, raízes, cachoeiras, que com certeza elevou muito o nível do campeonato. Esse ano acredito que não vai ser diferente. Socorro é privilegiado com trilhas de todos os níveis de pilotagem. Monte alegre do Sul não é muito diferente e sabendo que esse ano a etapa vai ligar esses dois municípios, pode ter certeza que a prova vai ser HARD!”
Silas de Faria, piloto Bronze e atualmente na 188 posição do ranking The X Rider.

 

Sobre o HEBS

HEBS, Hard Enduro Brasil Series, é um campeonato nacional de Hard Enduro com as etapas de maior prestígio no Brasil. Ao todo são seis etapas que passam pelos estados de SP, MG, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Cada etapa possuí sua identidade e regras de disputa. Amadores e profissionais disputam lado a lado corridas que misturam modalidades como Enduro, Super Enduro, Enduro Cross e Hard Enduro. Hoje o grande nome a ser batido é o de Rigor Rico, atual campeão brasileiro e o maior vencedor das etapas presentes no HEBS. Novos nomes e personagens como Gustavo Furlaneto, Tobata, Ripi Galileu e Tiago Mergener estão despontando na categoria de elite, mas Rigor segue firme como a grande referência do Hard Enduro no Brasil.

 

Sobre Socorro (SP) e Monte Alegre do Sul (SP):

Gruta do Anjo – um dos cartões postais de Socorro (SP)

Socorro:

Localizada a 130km de São Paulo e 100km de Campinas, a estância Turística de Socorro possuí lindas paisagens, tranquilidade e clima agradável para turistas. Na culinária há uma grande influência da colonia de Italianos e da proximidade com Minas Gerais. E para quem busca aventuras além do Hardenduro, há diversas opções de promovem diversão e pode dar frio na barriga de qualquer turista mais aventureio.

Lugares para visitar:

1. Morro do Cristo – É um bom lugar para fazer a primeira parada. Além de poder sentar para descansar das quase duas horas de viagem, o monumento do Cristo, que está a 913 metros do nível do mar, permite uma bela vista para a paisagem de campos e colinas. O oratório, localizado embaixo dos pés da estátua, foi construido por um morador da cidade há quase 50 anos e recebe até hoje velas e orações. O passeio gratuito também conta com um centro de informações que oferece ao visitante banheiros, água e café, além de dicas sobre as atrações da cidade.

2.Parque Ecológico Monjolinho – São 40 000 metros de área verde, com vista privilegiada para o Rio do Peixe. A trilha de cerca de 30 minutos tem como paisagem diversas orquídeas e bromélias naturais. A mascote do parque, uma cadela vira-lata, acompanha quem se aventura pelo caminho. Pelo trecho encontram-se diversas placas bem-humoradas e sensores de movimento fazem tocar música quando o visitante passa por esculturas de personagens como a Branca de Neve e os Sete Anões. O ingresso que dá acesso ao parque custa 10 reais e vale por três dias (grátis para crianças de até 9 anos). Atividades extras, como arvorismo (52 reais),tirolesa (25 reais), rapel (42 reais) e trilha do cipó (30 reais), são cobradas a parte. O local funciona das 9h às 18h de quarta a domingo; nas férias, abre todos os dias. As atividades estão inclusas para quem se hospeda na pousada Mata que Canta, que fica ao lado. Diárias a partir de 250 reais o casal nos finais de semana. Endereço: Estrada Socorro/Munhoz, quilômetro 6, Corredor Turistico do Rio do Peixe | Telelefone: (19) 3895 -7346.   | www.parquedomonjolinho.com.br.

3.Gruta do Anjo – Um dos mais belos destinos da cidade, a gruta é resultado de expedições de extração de diversos minérios. Quando foi desativada, infiltrações criaram uma piscina natural que chega a ter quatro metros de profundidade em alguns trechos, e se tornou um viveiro de carpas que podem ser vistas no passeio de pedalinho. Funciona de terça a sexta, das 9h às 16h, sábado, domingo e feriados, das 9h às 17h e nas férias, abre todos os dias. A pousada que fica ao lado da gruta oferece chalés (220 reais a diaria para o casal) e uma casa com capacidade para até doze pessoas (700 reais a diária). Endereço: Bairro do Rancho Alegre, Corredor Turístico Rio do Peixe, quilômetro 1,5 | Telefone: (19) 3895-1357 |  www.pousadagrutadoanjo.com.br.

4. Parque dos Sonhos – São trilhas, seis cachoeiras, atividades de aventura em um ambiente que também mescla espeguiçadeiras e redes para relaxar. O Hotel Fazenda Parque dos Sonhos tem aproximadamente 60 000 metros quadrados de área. Entre suas atrações estão uma tirolesa com um quilômetro extensão (60 reais por pessoa), 140 metros distante do chão e uma curiosidade: ela vai de São Paulo a Minas Gerais. Para os menos corajosos, há uma versão mais “leve”, com 200 metros de extensão (30 reais por pessoa). O local também oferece um bufê servido sobre um fogão a lenha a 35 reais por pessoa. Para curtir um dia no parque, com refeição inclusa, adultos pagam 180 reais pelo day use; para crianças de 5 a 12 anos, o preço é de 120 reais. Funciona todos os dias, das 8h às 18h. O local também oferece pacotes de fim de semana. Endereço: Estrada da Varginha, quilômetro 7, Limoeiro | Telefone: (19) 3895-3161| www.parquedossonhos.com.br.

5. Pedra da Bela Vista – Palco para diversos pedidos de namoro e casamento, o ponto turístico é o mais alto da cidade de Socorro, com ingresso no valor de 10 reais (grátis para crianças de até 7 anos). A Pedra da Bela Vista também conta o maior rapel da cidade, com 98 metros de altura (85 reais por pessoa). Para aguardar o pôr do sol, um bar e restaurante oferece diversas comidinhas, incluindo pizza e o pan de palo (10 reais), uma receita tradicional peruana que consiste em um pão assado na fogueira e recheado de doce de leite, requeijão ou goiabada, entre outras alternativas. O local pode ser visitado de quinta a domingo, das 10h até o pôr do sol. Cinco chalezinhos estão disponíveis para quem quer passar a noite, com diárias a partir de 150 reais o casal, com café da manhã. Endereço: Rodovia Capitão Barduíno, acesso pelo Bairro Santa Rosa ou pelo Corredor Turístico Rio do Peixe  | Telefone: (19) 9 9175-7600 | www.pedrabelavista.com.br

rafting

6. Rafting no Rio do Peixe – Eis uma atração para quem não dispensa a adrenalina. São até sete quilômetros de corredeiras no Rio do Peixe, em um passeio que dura aproximadamente duas horas. Para os menos corajosos, existe a opção mais curta, de quatro quilômetros. É importante ligar e agendar o passeio antes da visita. Entre as agências que promovem este tipo de programa está a ProximAventura, que cobra 110 reais para aproximadamente três horas de atividade, incluindo instrução. O rafting mais curto sai por 90 reais. Já a agência Rios de Aventura realiza o passeio dentro do Parque do Monjolinho e cobra 95 reais para o percurso de sete quilômetros e 79 reais para o passeio de quatro quilômetros. PróximaAventura: Informações, (19) 99906-7544 | www.proximaventura.com.brRios de Aventura: Informações, 9 9935-7179 | www.riosdeaventura.com.br.

Monte Alegre do Sul (SP)

Para relaxar e esfriar a cabeça, nada melhor do que uma viagem perto de casa que nos faça recuperar as energias. Em São Paulo, existem lugares que garantem as melhores e mais belas atrações turísticas e também, bem-estar. Localizado a 130 quilômetros de São Paulo, Monte Alegre do Sul é um dos lugares abençoados que oferece todo o tipo de lazer, entretenimento e uma ótima degustação de vinho. No município, é possível fazer um passeio calmo de bicicleta ou caminhada, contemplando a beleza de seus vales floridos que oferece climas montanhosos.

Monte Alegre do Sul é considerado um dos municípios paulistas de Estância Hidromineral, cercado por natureza. O município revela traços da imigração italiana e também recebe o cultivo de morangos e uvas, que são servidos para fazer grappa (bebida alcóolica de origem italiana), cachaças e vinhos.

Em sua viagem para Monte Alegre do Sul,é possível descobrir a existência de rios, riachos e cachoeiras. A cachoeira do Falcão com queda de aproximadamente 10 metros e a Cachoeira da Mostardas com uma queda de 5 metros. Desfrute de um banho em uma dessas águas e relaxe sobre o barulho das quedas d’águas. Além de tudo, há também trilhas ecológicas em meio a mata.

A infraestrutura de Monte Alegre do Sul é boa, com pousadas e hotéis de fazenda. A cidade conta com vários restaurantes que oferecem comida caseira com temperos que lembram a comida da vovó. Em agosto, é realizada a tradicional Festa do Morango que atraí milhares de turista que vão se deliciar com doces, tortas e bolos.

Esportes radicais

Os fãs do moutain bike elegeram a cidade como o paraíso para a prática desse esporte. Tem circuitos para todos os gostos. É possível se aventurar por circuitos simples pelas estradas de terra, passar por algumas cachoeiras. Quem procura mais adrenalina, pode optar por trilhas que cortam pastos e montanhas. Muitas delas, passam por propriedades privadas e precisam ser feitas com o acompanhamento de um guia.

Para quem quer mais emoção, a dica é aproveitar o curso de água do Rio Camanducaia e seus afluentes e praticar outros esportes como rafting, bóia cross e rapel.

Cachoeira das Andorinhas

Com queda d’água de aproximadamente dez metros de altura, é a maior e uma das mais procuradas do Rio Camanducaia. A revoada do bando de andorinhas em busca de abrigo, que ocorre por volta das 18h no inverno, e às 20h no verão, é um dos principais atrativos do local.

Cachoeira do Sol

Formada por 30 nascentes, está localizada na propriedade de uma família tradicional da região – que cobra uma taxa de visitação. Possui pequenos lagos que proporcionam lazer e descontração para os visitantes de todas as idades. O turista pode ainda visitar as cachoeiras das Mostardas, do Falcão e das Três Marias.

Fonte do Bom Jesus

Conheça pontos Turísticos de Monte Alegre do Sul e recomendações de hospedagens!

 

 

Faça já a sua inscrição

Para o Inscrições Hard In Help